Ontem mesmo falamos sobre os inúmeros benefícios para a saúde que o exercício físico e o esporte nos proporcionam, tanto a nível físico como psíquico e socioafectivo. Se temos força de vontade e capacidade de esforço, rapidamente, devemos observar os efeitos positivos sobre o nosso organismo de levar uma vida fisicamente ativa. Há que prestar especial atenção à alimentação quando se realiza exercício de forma regular. Os alimentos que nos dão energia suficiente para repor as forças perdidas. Uma dieta equilibrada nos ajudará a manter o equilíbrio entre a energia que gastamos e os nutrientes que recebemos. Daí que seja necessário ter uma dieta correta quanto à quantidade e a qualidade, tanto antes como depois de praticar exercício. Este aporte de energia tem que ser na justa medida, já que se nos superamos, vamos ganhar peso e vai custar mais de mover-se, e se caímos, nos faltará energia. Uma boa alimentação nos ajudará a otimizar o rendimento esportivo, já que nos fornecer a quantidade necessária de glicose nos músculos. Também permite que os músculos e as articulações se recuperem antes do esforço realizado. Além de todos os benefícios acima mencionados, a nutrição no esporte tem outros objetivos: – Fortalecer o sistema imunológico, com a finalidade de evitar doenças e possíveis infecções. – Obter um equilíbrio entre nutrientes, vitaminas, minerais, fibra e água, para que o metabolismo funcione de maneira correta. – Ajuda a controlar o apetite para evitar problemas de excesso de peso. – A alimentação deve ser equilibrada para que forneça todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. – Tem que ser uma dieta saudável, evitando alimentos ricos em gorduras saturas e açúcares. – Deve-Se tentar comer mais cedo, já que assim dá mais tempo no estômago para digerir a comida e, deste modo, evitar problemas de estômago. Se você comer algo leve, você precisará de 1-2 horas para digerir os alimentos, mas se você comer uma refeição pesada, você vai precisar de mais tempo, entre 3 e 6 horas.