52% dos homens entre os 40 e os 70 anos de idade sofrem de disfunção erétil, o que se traduz em problemas pessoais para manter relações sexuais satifactorias com o seu parceiro. Apesar disso, há vários tratamentos que podem ajudar-nos perante este tipo de doenças. A incapacidade de manter uma ereção durante o ato sexual, não somente supõe uma decepção para a relação de casal, mas que ao mesmo tempo vem a dregadar sobremaneira a auto-estima do homem. A disfunção erétil, conhecida pela sigla, aparece no momento em que o sangue não podem entrar ou permanecer no pénis, de forma que dificulta o fato de que você possa manter-se ereto o tempo necessário para manter uma relação sexual satisfatória. A disfunção erétil vem, desta forma, dificultar os momentos íntimos do casal, até o ponto de que muitos homens começam a destruir-se a si mesmos por esta incapacidade de manter a ereção e se deixam vencer perante o desconhecimento de possíveis tratamentos. Por isso, empresas como a Lilly, vêm nos lembrar, em sua última campanha publicitária que problemas como a disfunção erétil no homem podem ter uma solução, apenas há que se informar de forma adequada sobre quais são os tratamentos que temos à nossa dispoción e ter em conta os conselhos que nossos especialista médico nos contribuição na consulta. No caso da disfunção erétil, hás de saber que na maioria dos casos, com pacientes que apresentavam estes sintomas têm encontrado uma solução. Também é preciso lembrar que a disfunção erétil pode dever-se aos efeitos derivados de uma doença cardiovascular, diabetes ou de qualquer outro tipo. Outra das afecções mais comuns entre o público masculino, de idade avançada, mais especificamente com idades superiores aos 50 anos, é o que se conhece como a hiperplasia benigna ou conhecida por sua sigla, RESPECTIVAMENTE, ou seja , a necessidade urgente de ir ao banheiro para urinar diversas vezes, em pequenas quantidades. Este último influencia de modo determinante na vida do paciente, pois irá levá-lo a permanecer alterar, a qualquer momento, a localização de uma casa de banho e até mesmo, no caso de relações sexuais, também essas saídas freqüentes para o serviço podem constituir um impedniento para manter a intimidade com o seu parceiro. Neste último caso, Lilly nos lembra também que existem tratamentos eficazes para combater os sintomas mais comuns. O que devemos fazer é prestar atenção aos conselhos e medicamentos prescritos por nossos especialistas médicos. Igualmente, a chamada hiperplasia prostática benigna pode ser uma consequência directa de uma doença como a diabetes, do coração ou da tensão alta. Lembre-se a todo o momento a importância de atender os conselhos de seu médico, eles podem orientá-lo a respeito, para que assim possa voltar a desfrutar de suas relações sexuais sem nenhum problema adicional.