As endivias são originárias da região do Mediterrâneo, e foram conhecidos por seus benefícios desde a antiguidade pelos romanos, gregos e egípcios. É um vegetal que fornece poucas calorias e é rica em fibras, por isso que comer endivias ajuda a reduzir os níveis de glicose em diabéticos e os níveis de colesterol, o que diminui o risco de doenças cardíacas e acidentes cardiovasculares. Pelo seu conteúdo em fibra, mantém um bom tránito intestinal, evitando a constipação e ajuda na perda de peso, também reduz o risco de câncer de cólon. É uma das verduras mais alcalinizantes do organismo, e é um remédio idal para quem sofre de úlcera de estômago. Possui vitamina A e beta-caroteno, que têm propriedades antioxidantes. São úteis para a manutenção das membranas mucosas e da pele, e ajuda a reduzir a degeneração macular relacionada com a idade. Os vegetais ricos em vitamina A protege dos cancros do pulmão e da cavidade oral. A endivia contém vitaminas do complexo B, como o ácido pantoténico, ácido fólico, piridoxina, tiamina e niacina, e são utilizados para o metabolismo da gordura, proteína e carboidratos. São uma excelente fonte de minerais como o manganês, cobre, potássio e ferro. Seu sabor ligeiramente amargo, estimula o apetite e atua como um depurativo, por isso são muito adequadas para as pessoas que sofrem de insuficiência biliar, anorexia, problemas digestivos e gástricos. Quando a endivia se consome com aipo e cenoura, ou tomar seu suco, é uma excelente ajuda para reduzir os ataques de asma, enquanto que se mistura ou se toma o suco de endivia, aipo e salsa, é um bom tônico para o sangue, em especial para pessoas que sofrem de anemia. Fonte Imagem: Lu Monte/flickr