À medida que os anos passam, se produz um efeito degenerativo no cérebro que acarreta dificuldades para se lembrar de coisas. Embora seja um processo natural, há muitas maneiras de estimular a memória. O consumo de certos alimentos pode ajudar a conservá-la melhor e prevenir o mal de Alzheimer. A memória é determinada em grande parte pelos genes, mas há muitos fatores, entre eles a alimentação, que podem ajudá-lo a cuidar dela. Os alimentos que recomendamos são os seguintes: -A maçã. Além de ser nutritivo e, por tanto, recomendável, tem uma capacidade antioxidante que protege o cérebro de doenças neurodegenerativas. Seus benefícios estão muito presentes na polpa e na casca. -Os mirtilos. Contêm antocianinas, um pigmento que, além de dar sua cor, tem a capacidade de reduzir o dano progressivo do cérebro. Comer amoras é muito benéfico para manter a mente jovem e ajuda a prevenir a demência senil. -As amoras e morangos. As primeiras têm um alto nível antioxidante, estabilizando o açúcar no sangue e ajudam a melhorar a memória. Do mesmo modo, os morangos também atuam como antioxidante. Portanto, não se esqueça de incorporar essas deliciosas frutas para as suas sobremesas. Além de desfrutar de seu sabor rico, você estará beneficiando sua saúde. -O espinafre. É um legume que se recomenda especialmente para as crianças e, o que é muito valorizada, pois é rica em luteína. É uma substância que protege as células cerebrais do efeito degenerativo. Além disso, contém ácido fólico, que ajuda a processar a informação mais rápido. Portanto, é uma verdura ideal para estudantes. -O aipo. Entre seus componentes, destaca-se um chamado luteolina, que reduz os efeitos negativos do envelhecimento. Ao mesmo tempo, reduz a liberação de moléculas que inflamam o cérebro e pode causar perda de memória. -O peixe. O salmão, a truta, sardinha ou o atum fornecem ácidos gordos Ómega 3, que são muito importantes para o correto funcionamento do sistema nervoso. Ajudam a retardar a deterioração da memória. -O chocolate preto ou amargo. Contém propriedades antioxidantes e ajudam a melhorar a concentração e a memória. Mas não se esqueça de consumir de forma moderada. Fonte imagem thinkstock.